quinta-feira, 28 de julho de 2011

FORMOSA PRODUZ O MELHOR ALGODÃO DO MUNDO

FORMOSA DO RIO PRETO


HISTÓRIA

Seu povoamento iniciou-se na primeira metade do século XIX por mineradores procedentes do Piauí na região habitada pelos índios Aimorés. Estabelecendo-se à margem esquerda do Rio Preto, dedicaram-se à criação de gado e à agricultura de subsistência, formando o povoado de Formosa, que se tornou ponto de pouso para tropeiros e viajantes. Somente em 1961 o município se emancipou. A partir da década de 80 iniciou-se um processo de desenvolvimento do agronegócio nos gerais, intensificando-se bastente nas duas década seguintes.

GEOGRAFIA

Formosa do Rio Preto é o maior município de área territorial da Bahia, com 16.185 km2. Dados de população atual. A hidrografia é um ponto forte do município que conta com 8 rios perenes e dezenas de rios temporários. O índice pluviométrico anual varia de 1000 a 1600 mm, a depender da localidade.

AGRONEGÓCIO PUJANTE

Terras planas e com ótima capacidade de mecanização fazem de Formosa do Rio Preto um local de excelência para a produção de grãos, oleaginosas, fibras, frutas, olerícolas, cana-de-açúcar, espécies florestais e muitas outras. Uma vantagem competitiva do município de Formosa do Rio Preto é a disponibilidade de áreas adequadas à produção com o mais alto nível tecnológico. Hoje o município é consolidado como grande expoente do agronegócio nacional, pois ainda apresenta possibilidade de expansão das áreas produtivas. Em relação a produção de milho de todo o Estado da Bahia, Formosa do Rio Preto representa mais de 10%, com 208 mil toneladas. A diversificação da produção também é uma opção em Formosa do Rio Preto. Como exemplo, a produção de feijão atinge quase 2 mil toneladas. É o segundo produtor baiano de arroz, com quase 10 mil toneladas. É o quinto produtor da Bahia em sorgo. O potencial para produção florestal imenso. Destaca-se também a produção extrativista sustentável dos cerrados, principalmente o pequi e o buriti.

MAIOR PRODUTOR DE SOJA DA BAHIA

Você sabia que mais de um terço de toda a soja produzida na Bahia é de Formosa do Rio Preto? Pois sim, a produção no município se aproxima de 1 milhão de toneladas, que, quando comercializadas, rendem 2,5 bilhões de reais. Embora a média Brasileira de produtividade seja de 44 sacas/ha, em Formosa do Rio Preto pode ultrapassar as 60 sacas/há.



Fonte: IBGE (2011)



MELHOR ALGODÃO DO MUNDO

A Bahia se destaca na produção de algodão no Brasil, ocupando o segundo lugar com quase um milhão de toneladas.

Formosa do Rio Preto representa a oitava maior área plantada de algodão do Brasil, com 43 mil hectares e segunda maior produção da Bahia, com 175 mil toneladas. O algodão produzido aqui tem a fama de ser o melhor do mundo. As chuvas ocorrem na fase certa que a cultura mais precisa. Na época da colheita, as condições climáticas são ideais, proporcionando o mais alto padrão de qualidade. O valor da produção ultrapassa os 70 milhões de reais. A produtividade média é de 220@/ha.





PECUÁRIA FORTALECIDA

Formosa do Rio Preto possui status de zona Livre de Febre Aftosa, emitido pelo Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em virtude do belo trabalho do Governo Estadual, através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB).

Programas municipais de desenvolvimento da cadeia produtiva da carne e do leite, estão sendo colocados em prática, com apoio à comercialização, transferência de tecnologia e melhoramento genético.



INFRAESTRUTURA EM EXPANSÃO

Reforma da BR

Formosa do Rio Preto é cortado pela BR 135, BA 255 e BA 450. As estradas vicinais que escoam a produção agrícola, como em todo o oeste baiano, têm um histórico de más condições de conservação, resultando em perdas em competitividade dos produtos nacionais, o chamado “custo Brasil”. No município, acaba de chegar mais uma patrulha mecanizada, com patrol, caçambas, pipas e pás carregadoras para intensificar o trabalho de recuperação de estradas.

O abastecimento de energia para o município de Formosa do Rio Preto estará garantido com a instalação de uma subestação. Suas obras têm previsão de término até março de 2012.

Desta forma, o desenvolvimento agroindustrial tem a infraestrutura necessária à novos investimentos.



AGRICULTURA FAMILIAR INCENTIVADA

O município de Formosa do Rio Preto criou vários programas específicos para Agricultura Familiar:

Programa Mesa Farta – segurança alimentar e estímulo às agroindústrias familiares, com três projetos: pomares domésticos, pequenas criações e olericultura.

Programa Educampo - Inserção de Conteúdos Agrícolas e Ambientais nas Escolas da Zona Rural – aumento da autoestima dos agricultores, fixação do homem no campo, aumento da produção e melhoria da qualidade dos produtos da agricultura familiar.

Programa Sua Terra - Disponibilização de horas máquinas e sementes no preparo do solo para o plantio em diversas comunidades.

Programa de Desenvolvimento da Piscicultura – instalação de tanques redes para geração de renda em comunidades rurais carentes, aproveitando o grande potencial hídrico.

Programa de aquisição de alimentos para merenda escolar – trabalho desenvolvido pela Cooperativa Mista da Agricultura Familiar (COOMAF) em parceria com as Secretarias Municipais de Educação e Agricultura que garante a compra da produção local, gerando emprego e renda para a população.

SINDICATOS ORGANIADOS

Em Formosa do Rio Preto, os sindicatos são bem atuantes. O Sindicato dos Produtores Rurais, ligado ao sistema Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia(FAEB)/Confederação Nacional da Agricultura (CNA)-Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) tem um trabalho notável na capacitação da mão-de-obra rural. Enquanto o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, ligado à Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (FETAG) realiza grande trabalho em defesa dos interesses sociais.

PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Formosa do Rio Preto é um dos municípios, do oeste baiano, mais preservado, tanto em área, quanto em percentual. Dispõe de uma Secretaria de Meio Ambiente que atende a demanda dos licenciamentos; o Conselho Municipal de Meio Ambiente está estruturado conforme o Código Nacional de Meio Ambiente (CONAMA); tem parte da Área de Proteção Ambiental (APA Rio Preto – Decreto Estadual Nº10.019 de 05 de junho de 2006) e da Estação Ecológica Rio Preto (Decreto Estadual Nº9.441 de 06 de junho de 2005).

CULTURA VALORIZADA

A cultura local é valorizada, com manifestações populares e festas. A tradicional Vaquejada é a melhor da região. O artesanato do capim dourado chama atenção pela beleza das suas peças.



ECOTURISMO EM ALTA

As belezas naturais de Formosa do Rio Preto credenciam o município para o ecoturismo, gerando divisas. A flora riquíssima e a bela fauna dos cerrados podem ser vistas. As águas, os muitos rios são abundantes, sendo um grande atrativo aos turistas. É uma das portas de entrada do Jalapão.


Fonte: IBGE 2009 e 2011



Nenhum comentário: